(F)Sé

Estava dentro de um uber, indo para o Centro visitar a Catedral da Sé. Eu tinha chorado bastante e havia resolvido que não queria mais sair naquele dia, mas mudei de ideia.

Não queria me despedir de São Paulo.

Devia ser quase quatro horas da tarde. Nosso voo saía às 5 da manhã para Porto Alegre. Era meu último dia na cidade.
Quando terminei de arrumar as malas e percebi que estava voltando pra casa, minha mente colapsou.

A vontade de abraçar meus filhos e a vontade de nunca mais voltar para o Sul eram duas coisas incompatíveis, e que jamais poderiam ocupar o mesmo espaço em mim.

Ou era uma coisa, ou era a outra. As duas juntas? Impossível!

Meu irmão mora em São Paulo há mais de dez anos, me convidou para visitar a cidade incontáveis vezes.

Nunca quis.

Talvez tenha sido assim por estar muito perdida, separada de mim mesma e de tudo o que sou. Não via sentido em movimento algum, não via propósito em mudar nada na minha vida.

Talvez não fosse falta de propósito. Talvez faltasse força, impulso, um propulsor.

E o que faltava veio do único lugar possível para realizar a mudança que fiz.

Veio de mim mesma.

No instante que voltei a escrever, comecei a reescrever a minha história. Não fiz isto sozinha, fiz com a ajuda de muitos que me leem agora.


Seis meses depois, eu já estava morando em São Paulo, contrariando expectativas, vivendo o improvável, subvertendo a ordem das coisas.

Estou perto da Sé com meus filhos, nesta amada cidade que espero ansiosamente poder abraçar muito em breve.

A quarentena nos roubou os abraços por alguns instantes, mas vamos recuperá-los.

Eu sou prova viva de que o impossível não existe.

Sigo com Fé, a mesma que deixei na Sé naquele dia.

Saí de lá com a mais plena certeza de que logo voltaria.

E voltei.

Fotos: @catedraldasesp @theobortolin_ @olharesdesampa @masdrons

5 thoughts on “(F)Sé

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

Te Descrevi

em alguns pensamentos soltos que a cabeça e o coração insistem em discutir - Por: Mauro Garcia

Luk Ank

lukank.com@gmail.com

Pitacos e Achados

Dicas e Pitacos para o dia a dia

Tem Flor

Liberdade é para Ser Livre!

largodoscorreios

Largo dos Correios, Portalegre

life's adventure world.

Solving problems through enlightenment and life experiences, life is short and so are my posts enjoy!

O Caminhante

emeio: o_mensageiro@outlook.com.br

Cachorro Magro?

Cachorro magro não tem fome, tem necessidade.

phenobilities

thoughts on phenomena & (im)possibilities

Devaneios e Poesias

Devaneios, poesias, literatura e cultura geral

EntreContos

Detox Literário.

Conhecer Portugal em família

Visitar todos os concelhos de Portugal, em família.

THE DELAGOA BAY WORLD

Temas de ABM, principalmente Moçambique

Ruas com história

Toponímia em Portugal

Portal de Crônicas

Cá entre nós

Ingrid Osternack Barros Neves

Artista Plástica e Ilustradora

entre conversas e flores

o que é a vida senão um conjunto de pequenas histórias?

%d bloggers like this: