Dois Inteiros

Lentamente, dia após dia, apago você da minha vida.

Apago todas as coisas lindas que dissemos um para o outro e as mais cruéis também.

Sem escolher data, nem título.

Sem escolher nada.

Apago você, aleatoriamente, com a dor de quem não quer esquecer nem um minuto de tudo que passou.

Mas eu já não posso mais tentar manter sua presença onde você não quer estar.

Você me pediu que guardasse nossas cartas, pois poderiam fazer parte da coletânea das mais belas cartas de amor já escritas.

E eu guardei o quanto pude.

Não tenho coragem de rele-las. Não tenho coragem de olhar para as evidências do tempo em que você, de alguma forma, esteve aqui tão perto.

Tudo me faz lembrar do calor.

Das mãos que se buscam.

Das almas que se reencontram nos sorrisos e na dor.

Uma por dia, todas nossas cartas sumindo.

Amor que se esvai, mas eu já não tenho mais medo.

Você escolheu partir mesmo antes de chegar.

Sempre foi assim.

Meu espelho, meu oposto, minha sombra.

Esse é você.

Refletindo o melhor e o pior em mim.

Derrubando meus castelos.

Devastando os meus sonhos.

Queimando meu roseiral.

Para que eu possa me tornar terra fértil.

Eu amo você.

E por esse amor não esqueço quem você é.

Enquanto a lembrança existir, nosso último abraço chegará quente e vivo em meu coração.

E talvez isso me faça finalmente entender, que somente um amor imenso seria capaz de me transformar no que verdadeiramente sou.

Contagem regressiva até não restar mais nenhuma carta.

Uma história inteira que se apaga enquanto outra começa a ser escrita.

Secretamente, espero que quando tudo isso acabar, você esteja nas minhas linhas finais.

E possamos ser o que somos:

Dois inteiros.

One thought on “Dois Inteiros

Add yours

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

Te Descrevi

em alguns pensamentos soltos que a cabeça e o coração insistem em discutir - Por: Mauro Garcia

Luk Ank

lukank.com@gmail.com

Pitacos e Achados

Dicas e Pitacos para o dia a dia

Tem Flor

Liberdade é para Ser Livre!

largodoscorreios

Largo dos Correios, Portalegre

life's adventure world.

Solving problems through enlightenment and life experiences, life is short and so are my posts enjoy!

O Caminhante

emeio: o_mensageiro@outlook.com.br

Cachorro Magro?

Cachorro magro não tem fome, tem necessidade.

phenobilities

thoughts on phenomena & (im)possibilities

Devaneios e Poesias

Devaneios, poesias, literatura e cultura geral

EntreContos

Detox Literário.

Conhecer Portugal em família

Visitar todos os concelhos de Portugal, em família.

THE DELAGOA BAY WORLD

Temas de ABM, principalmente Moçambique

Ruas com história

Toponímia em Portugal

Portal de Crônicas

Cá entre nós

Ingrid Osternack Barros Neves

Artista Plástica e Ilustradora

entre conversas e flores

o que é a vida senão um conjunto de pequenas histórias?

%d bloggers like this: