Going gray


A chegada da idade não é algo que me preocupe. Não, não está perto do meu aniversário. Tenho estas reflexões diante das mais variadas situações do dia a dia.

Não me preocupam os fios de cabelo branco, as linhas que surgem no meu rosto nem tão pouco a perda de elasticidade e agilidade do meu corpo.

Tenho minhas vaidades; compro cremes que não uso, loções que se perdem nos armários, batons que desbotam, cápsulas que não tomo. Faço sim minhas tentativas, não pense mal de mim, não é desleixo, nem descaso nem falta de amor próprio. Apenas me percebo ainda a mesma, toda vez que me olho no espelho.

Não sinto a necessidade de disfarçar as marcas para despistar o tempo. Talvez quem me olhe pense diferente mas é assim que me vejo. É que minha vaidade está em outras coisas. Está em tudo que faço, tudo que penso, tudo que sinto, tudo que construo, tudo que a muito custo consigo ser.

Minha vaidade está no que faço bem, nas coisas que concluo e até mesmo no que ainda está em construção. Talvez tudo isso me traga o mesmo prazer que traga para algumas mulheres vestir um scarpin vermelho salto agulha. E tudo é lindo, tudo é válido. Não existe nisto o certo ou o errado, não existe uma cartilha sobre o Ser, a gente apenas é o que é.

O tempo me trouxe a consciência de não forçar minha natureza no que não seja necessário pro meu bem estar. Tento fazer o que me faz bem, o que me dá prazer, o que me faça sentir completa, o que alimente minha alma e se algum dia isto incluir encarar um salto 20 agulha, estamos aí!

3 thoughts on “Going gray

Add yours

  1. Para os admiradores dessa escritora que não tiveram o privilégio de conhecê-la pessoalmente: ela aparenta ser 15 anos mais jovem. Não é elogio, mas uma característic ❤ Coisa linda! O tempo só lhe favorece!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

Revista do Globo

Magazine de Atualidade Mundial: Quinzenário de Cultura e Vida Social - signaes graphicos desde 5-1-1929 até 17-2-1967

Oceano de Letras

Just another WordPress.com site

Brasil de Longe

O Brasil visto do exterior

Sangue da Forja

Escritos da Arte Sábia Tradiconal.

TE DESCREVI

"em alguns pensamentos soltos"

Luk Ank

lukank.com@gmail.com - instagram: @luk_ank

Tem Flor

Liberdade é para Ser Livre!

largodoscorreios

Largo dos Correios, Portalegre

life's adventure world 🌍.

Solving problems through enlightenment and life experiences, life is short and so are my posts enjoy!

O Caminhante

emeio: o_mensageiro@outlook.com.br

Cachorro Magro?

Cachorro magro não tem fome, tem necessidade.

phenobilities

thoughts on phenomena & (im)possibilities

Devaneios e Poesias

Devaneios, poesias, literatura e cultura geral

EntreContos

Detox Literário.

Conhecer Portugal em família

Visitar todos os concelhos de Portugal, em família.

THE DELAGOA BAY WORLD

Temas de ABM, principalmente Moçambique

%d bloggers like this: